03.05.1876

5 ½ da manhã. Snow-fences à esquerda. À noite passamos St. Marys-Wyoming onde ha uma espécie de sapo com chifres e cauda. Carbon onde se descobriu carvão pela primeira vez na Union-Pacific — R.Q. — como onde há lago do devil-fish com cabeça de peixe corpo de lagarto. Antes de Lookout na planície percorrida por elk sobretudo no inverno — gamos e antílopes. Wyoming povoação de alguma importância — Laramie City com 1000 hab. As planícies de 20 m. sobre 60 são uma das melhores seções para cria do gado nesta região. 

Há oficinas da Companhia Fort Sanders posto militar considerável onde na ida tocou a banda de música e apareceram os oficiais. Passamos o Dale-Creek-Bridge, antes de Sherman, obra importante pelo comp. 650 pés e a[ltura]. 126. — Sherman — 8242, ponto mais alto de toda a estrada. 

O termômetro Fahr. marca de 82º acima até 30 abaixo de O[este]

Há muitas fontes. 

Não é a quantidade de neve que faz à estrada, porém o drift dela nos cortes. 

Há oficinas da companhia — Granite Canõn. Há extensas pedreiras. 

6h 16’ Cheyenne 6041 pés de a[ltura]. Antes de chegar a esta estação alguns snow-fences à esquerda e passa-se um rio (agora arroio). 

Belo Inter-Ocean-Hotel. 3000 hab. Escolas e igrejas em número suficiente. O subsolo é milenar e contem fósseis marinhos em grande quantidade. Tribunal que custou 400.000 dol[áres]. Diamantes, esmeraldas e ágatas. Oficinas de pedra trazida de Granite-Canõn a 19 m. O. A estrada de ferro do Denver-Pacific vem a Cheyenne e vai a Colorado Territory rico por minas de ouro; ferro, prata, carvão e cobre como por suas pastagens e florestas e que já tem milhões de carneiros e vastas manadas de gado. 

A Denver-and-Rio Grande R.N. foi a primeira de bitola de 3 pés construída no Colorado. 

Passeei em Cheyenne onde tornei a ver o grande urso empalhado defronte de uma loja. 

Vi um homem carregando 2 belos salmões, que disse serem de Oregon.

Partimos às 6 ¾. Percorremos planície ondulada coberta de relva. Snow-fences à esquerda. 

7h Saímos de um dos catimplores (snow shed) que levamos poucos minutos a atravessar. Li 2 diários de Cheyenne, de hoje. Falam do desastre de Promontory, antes de ontem. Mais snow-fence à esquerda. Pine-Bluffs. À direita viram-se os bluffs. Já 42 m. de planície de grama. Adiantei ½ hora em Cheyenne relativamente à hora de Ogden. 

9h Snow-fence à esquerda. Entre a passada estação e a de Antílope estão como dizem os plaint-men “The best grass country in the world”, excelente para engorda. Esta pastaria estende-se 700 m. N.S. a E. das Rocky-Mountains e cerca de 200 de lat. não incluindo a superfície dos vales. 

9 ¼. Deixamos Bushnell. 

9h ½. Passamos por Antílope. Tenho visto desde a manhã casas espalhadas pela campina e algum gado, e cavalos. 

10h 10’ Potter — Aqui vem grande quantidade de madeira de 20 m. N.

Passamos Prairie Dog City, onde abundam Spermophilus-Ludovicianos. Vivem em buracos como corujas; cascáveis, lagartos de chifres e tartarugas. Os índios chamam-nos Wish-Tin-Wisch Na ida alguns viram-nos, porém eu não pude ver nenhum. 

Pouco depois de Potter colinas pedregosas à esquerda. 

11h 12’. Sydney. Porto de expedições às minas de ouro de Black-Hills. Passei como na ida. Há aqui um acampamento militar. A temperatura está fria. O termômetro logo depois de tirado da mala marcava 58º. Mandei pô-lo ao ar. A companhia tem aqui oficina. Vi armando-se uma casa de madeira que não observara na ida. 

Partida 11h 6’. Snow-fence à esquerda. O termômetro fora só desceu a 42 ou 43º. O aspecto do solo é quase o mesmo; mais acidentado.

12 h ½. Julesburg. Passamos. Daqui vai-se a Colorado; New Mexico, etc. Em junho de 1867 quando estrada chegava somente até aqui Julesburg tinha 4000 hab. Poucas casas agora. 

Chegamos, 1h 4’. O braço S. do rio Platte que é longo e corre na nossa direção beirando-lhe nós a margem esquerda. O Platte lança-se na margem direita do Missouri. 

1h 12’. Passamos por Big-Springs assim chamado por causa de uma fonte abundante; a primeira achada nesta estrada do lado oposto à estação. A água excelente, a melhor da estrada — 

2h 10’ — Ogallala à margem do braço S. do Platte. Perto daqui, há anos, os índios tentaram descarrilhar um trem, amontoando os pôneis adiante dele. Muitos pôneis foram mortos sem dano do trem enquanto os do trem usaram as facas e espingardas. Os índios que conheciam então a locomotiva chamaram-na “Smoke-wagon-big-chief! Ugh! No good!” 

Vejo mais cabeças de gado perto da margem do S. Platte. 

2h 35’. Alkali — Passa a galope um homem com um laço do lado esquerdo cavalo. Cercado de madeira e poucas casas; algumas cobertas de terra, como tenho visto pelo campo, durante a viagem. Vi há pouco, alguns prairie-dogs um todo fora do buraco. 

3h 6’. O’Fallin’s Bluffs ao sul do rio. Do lado oposto e estendendo-se para cima uma grande ilha acampamento dos índios. Daqui até Julesburg há o alkali-belt — cerca de 70 m. Tenho visto largas manchas brancas ao álcali sobre a terra. Aqui começam as melhores farming-lands.

3 ¾ — North Platte — Passeei. Bom edifício para escola do 1º distrito. Bela casa já quase acabada para o Court. Três igrejas pequenas. Pouco próspera. Tem uma companhia de infantaria cujo comandante veio falar-me. Diz o guia que já houve aqui 2000, mas que estão reduzidos a centenas depois que a estrada continuou. Não me parece exato. Comunica-se fácilmente com Big-Horn-Country rica em matas, carvão e ferro. Partimos. 

4h 18’. Passamos 4h 28’ em 3 a 4’ muitíssimo devagar o braço N. do Platte. A água é muito amarela. Campina mais ou menos verde, linha de colinas ao longe de ambos os lados. À direita, mas não se vendo, corre o S. Platte. Willow-Island 

6h Vimos à esquerda, antes de chegar à estação, fortes construídos de logs com loop-hales de todos os lados. Servem de refúgio aos settlers. Depois de passar Covote ao longo de cujo rio há muita madeira cotton-wood

Deixamos 7h menos 13’. Plum-Creek. Em torno do antigo Plum-Creek houve muita matança dos primeiros imigrantes pelos Sioux, Cheyenne e Araphoe. Aqui em 1868 os Sioux atacaram um trem para roubarem. Depois vieram os Pawnies a serviço dos Estados Unidos e enforcaram 16 Sioux defronte do acampamento dos Pawnies. 

As colinas que limitam à direita e esquerda esta vasta planície, estão muito afastadas. 

7 ½ — Ainda se lê sem luz. Snow-fence à esquerda. 

7h 35’ El-Creek 2241 pés de a[ltura] — 272 m. de Omaha onde podemos estar da 5 para as 6h da manhã.

03 05 1876 1a pagina apontamentos do dia original