14.05.1876


As 4 folhas do New York Herald do dia 11 foram impressas numa prensa na exposição de Filadélfia para isso destinada. O comandante de Naval School é o Comodoro Rogers primo do da Califórnia e sobrinho dos Perry da batalha do Lago Erie, e da expedição no Japão. Seria trazido do Japão por Perry e colocados nos jardins da Naval School (impresso dado).
Na sala para conhecimento de aparelhos e construção de navios na Nª School vi o modelo da Trajano.
Na City-Hall de Baltimore vi um desenho da cidade quanto tinha só cerca de 300 habitantes. O que uma folha disse de meus enganos sobre o monumento do arquiteto e Battle Monument não é exato. Eles é que não me prestaram atenção e também poderia ser causa a minha falta de prática de inglês.
Em Wildmington (36.000 hab.), no dia 11 — Fábrica de Auchincloss Wagons para a Ituana. Tem máquinas para todos os portes de vagão. Uma para abrir as fêmeas das taboinhas dos stores foi a primeira vez que vi. Por meio de canos como de chaminés a serragem e os cavacos desaparecem. Fábrica de Lobdele para rodas de vagões. Processo por Chilling. Quase que dá a tenacidade do aço. Faz 306 rodas por dia. Grande fábrica de fundição (não me lembro o nome que vem no N. Y. Herald) — fábrica de chapas de ferro. Pedi uma das mais finas de 1/8 de pol. Mas tendo tido que mandavam esqueceram-se — fábrica de fósforos (a maior dos Estados Unidos) 100.000 caixas por dia.
Que velocidade em meter a mão os fósforos nas caixas, e pÔr a goma com o vidro para a fricção! São mulheres que fazem estas coisas — Estaleiro com dique de degraus de madeira. Constroe-se aí o Monitor Amphitrite para os Estados Unidos. Vi 2 ferry-boats no rio Christina que limita a cidade. Como do outro lado o Brandwine. Lançam-se no Delaware. Indo para Wilm. Passei por Chester onde se construíram City of Pessin e outros.
Tive launch na bonita casinha do Auchincloss. Estiveram lá a mulher; pais desta; o pai dele que me acompanha desde Filadélfia, etc. Vi o filho criança que tem muito gosto por mecanismos. Passeei pela cidade e fui a uma altura de onde se goza de linda vista. Há um monumento memorativo dos mortos na guerra civil.
Esqueci-me de dizer que defronte do Capitólio de Anápolis há uma bela estátua fundida do ex chief of Justice Towney pelo artista Rymehart. Parece viva.
Meu sobrinho Pedro estudou quando a N. School durante a guerra estava em New Port. Comandava-o Black já morto; foi segundo por pouco tempo o Rogers a quem sucedeu o irmão dele.

6 ½ partida de Baltimore.
6h 40’. Relay-Junction. Aqui passam 103 trens por dia. Bonito lugar. Passamos o Potapsco num viaduto (Thomas Viaduct) de granito de 700 pés de comp.
7 ¾: Vejo o Capitólio de Washington.
8h 6’. Parou na estação.
8 ¾: Windhaus. Campos acidentados e com boas culturas. Rocksville perto das 9h
9h 25’. Germantown. Poucas casas e lugar feio. Atravessa.
9h 40’: o segundo viaduto bastante elevado (não incluo o Thomas). Bonita vista ao longe. Atravesso a ponte de um rio. Bonitas colinas.
11h 5’. Martinsburg. Estive conversando com o engenheiro Sharp que me deu muitas informações. Terreno pouco povoado. Plantações de trigo, milho e minas de carvão. Passagem dos Blue-Ridge pelo Potomac (cita. de Th Jefferson viajou [ilegível] 708 - Bela vista). Passamos por Harper’s Ferry onde conflui o Sherandoah no Potomac, que se margeia assim com o Canal de Cumberland que vem das minas de carvão desse lugar até perto de Washington (150 m.). O Potomac é muito cheio de pedras. Em Harper’s Ferry foi que apareceu a 1º vez o bando de sulistas comandados por John Brown, uma das chaves da guerra civil. Shoop que serviu o Sul nas estradas de ferro, disse-me que o projeto do Canal de Pittsburg é entre esta cidade (Ohio) e o canal de Cumberland (170 m.). Atravessamos já as Blue-Mountains em altura de 150 e tantos pés em Point of Rocks. O Shenandoah entra no Potomac, logo abaixo da ponte de 900 pés. Martinsburg onde há belas oficinas da estrada de ferro está à margem do Tuscarora. Aqui o Jackson (Stone-Walls) tomou 87 locomotivas e 400 carros de frete a 23 de junho de 1861.
Hanoch 12h 10’. Povoação pequena. Rio à direita. (Potomac sem pedras) margem direita. Árvores todas brancas de flores sem folhas.
1h 10’. Pequeno túnel.
1h 7’ Paw-Paw. Algumas casas. Ponte sobre um braço do rio. Pinheiros nas colinas e bonitos campos verdes, à direita.
1h 7’. Atravessamos Patterson-Crrek e paramos um pouco aí. Algumas casas. Antes de North-Mountains há um corte de 62 pés de a. em slate-rock, depois atravessou-se o Back-Creek em 2 partes, numa ponte de ferro, uma de 80 e outra de 54 pés de compr. Passamos em pontes o Potomac e o Canal, onde há 6 dams. Até Harper’s Ferry o Maryland; depois de passada a Virginia e atravessando o Canal outra vez Maryland onde está Cumberland a que chegamos à 1h 15’.
Grande povoação com grande Town-City. Encontrei aqui e falei-lhe o Humbird empreiteiro do grande túnel da estrada de ferro de Pedro 2. Antes de chegar a um belo edifício de um rolling-mill. O viaduto do Will’s Creek é de 14 arcos elípticos. Há belas oficinas de trilhos de aço da Companhia.
3h 10’ Kaiser. Parada para tomar uma locomotiva de 150 ton. para subir os Alleghanies. Seguimos a margem esquerda do Potomac — muito estreito — e há pouco passamos para a direita. Há tanto milho que o queimam para fogo. Do lado direito do Potomac há formações como as dos canõns e vi a chamada Chinney-hole-rock, que pareceu mais castelo torreado. As minas de carvão de pedra ficam a 5 m. de Cumberland. De Piedmont (206 m. de Baltimore) começamos a subir a serra. Passa o vale de Savage River pelo Everest-Tunnel (passei 2 pequenos) e a foz do Crab-tree-Creek a estrada rodeia a Great Backlane Montain e chega-se a Altamont (223 m. de Balt.) ponto mais alto a 2.700 pés acima de Balt. Divisão de águas — (Ohio etc. - Potomac etc.) — 20 m. de extensão para prados pastorais.
4h 10’ Deer-Park. Poucas casas. Bem posto nome. Lindo prado todo verde.
Cumberland — 2ª cidade do Maryland tem 8.000 hab. Passará 20 m. pelo Pallo Queen City Hotek. Em 1873 pelo canal até Georgetown pegado a Washington a estrada de ferro passaram a 2.573.618 tons. de carvão semi-betuminoso.
Os prados além de Altamont ficam entre Youghiogheny river e o grande Allehany-platton. Chamam-se the Glades. Vamos seguindo o Cheat-river-Valley (citação de G. Bancroft — Orgood Middle States pg. 413).
6h 16’ Kingwood Tunnel o maior feito na America 4.100 pés. Passamo-lo
2 ½ m. Antes dominamos o vale do Cheat. Muito pitoresco e ainda mais se todas as árvores tivessem folhas. Depois de atravessarmos o grande Youghiogheny river em um viaduto de um só arco de ferro de 180 pés de abertura. Descem-se de Granberry-Summit. W. Va. 11m. onde o Cheat-river apresenta fortes cavas e paredões. 2 tunnels Mac Guine de 500 pés e Rodemor de 400. Também há um viaduto sobre Salt-Lick-Creek de 50 pés de vão e 50 de a. 6h 5’. Newburg W. Va. nas chapadas (flats) de Raccoon-Creek. O Sharp disse-me que nesta estrada que mais se subiam os Alleghanies — Maior declive 173 pés numa milha, e curva mais forte de 300 pés de raio. Os gouges nos Estados Unidos são de 6, 5, 4 1/8 pés — Ao sul do Ohio este último, ao N. de 5 e a estrada do Erie 6.
6h 10’. Acabo de passar por um caminho elevado de madeira com trilhos e casas de [ilegível] à esquerda da estrada. A neve não interrompe o tráfego, nem os telegramas, nem as inundações. De Newburg que tem suas casas segue-se pelos vales de Raccoon e Tree-Forks-Creek.
6h ¼. Temos atravessado mato. O Sharp disse-me que a árvore toda branca de flores antes das flores é a dog-tree. Madeira muito rija. Muito antes de subir Alleghanies não as vi.
Agora 6h 20’ torno a vê-las.
6 ½. Passamos já Thornton e chegamos a Grafton 279 m. de Balt.
7h Passamos o Tygart (confluente do Monogahela) numa bela ponte de ferro.
7h 31’ Passamos um túnel sofrível. Antes uma longa e alta cava. Outra também depois do túnel.
3ª 7h 35’ Clarksburg. Bastantes casas à esquerda. Grande edifício que parece escola. Em Grafton dei um passeio. Tem 8 escolas primárias. Aí se despediu de mim o Sharp.
Em Cumberland há 8 escolas primárias segundo me disseram.
8h 10’. Já custa a distinguir o que se passa.

14 05 1876 1a pagina de apontamentos do dia