banner viagem dpedro

10.07.1876

 

    Antes do almoço Instituto dos Surdos-Mudos. Para o lado de Fort- Washington; à margem do Hudson River. Bela posição. Grandes edifícios tendo custado tudo 800.000 dol. Fundação particular. O Estado de N. York paga por cada surdo-mudo 300 dol. pelo ensino e 40 pelo vestuário. Há uma especial para as crianças, e outra para os atacados de moléstia contagiosa. Há 500; 300 homens e 200 mulheres. Assisti a alguns exercícios; mas não me agradaram como em Boston e sobretudo em Washington. Um articulou; porém pouco. Cumpre advertir que só havia 40, estão em férias.

    Depois do almoço fui com o Dr. Waynes que se ocupa da reforma das prisões e tem assistido a todos os congressos a tal respeito à prisão de Sing-Sing; Hudson River, acima de Hastings. Grande prisão. A dos homens acomoda 1300 e a das mulheres 100 e tantas. Tem os mesmos defeitos das outras, como Wayne reconhece. Medical-School anexa à Columbia College. Nada de importante e menos que o de St. Louis, contudo possui seu museu pequeno anatômico, e laboratório de química pequeno, com alguns instrumentos de física.

    À tarde, casas de Tiffany e de Stuart. A primeira de muitos andares cheios de lindíssimas jóias e objetos de metal, aquelas e Estes de prata feitos pela maior parte na casa. Também tem rica coleção de objetos de porcelana; de bronze, etc. A de Stuart serve para lojas. 5 andares. Toda de mármore e ferro. O saguão interno é lindíssimo olhado de baixo para cima ou vice-versa. Custou 16 milhões de  dol. Tem outro em outra parte da cidade, que custou 14 milhões. Rendem 10% ao ano.

    À noite American Geographical Society. Muita gente no Salão Chickering. Lá meu pequeno speach de agradecimento. Houve discursos e leitura de um trabalho. Depois ofereceram sorvetes e outras coisas de uma mesa que estava armada noutra sala próxima. Aí conversei com os professores Whitney (o Sanscritista de Yale College). Hayes do Polaris e Hayden que descobriu as cidades antigas das Índias. Este prometeu cópias das fotografias e modelos que vi na exposição de Filadélfia. Foi uma festa interessante. Quem se mostrou mais obsequioso foi o Coronel Bahley Myers, cujo filho oficial de marinha foi há anos condecorado com o hábito da Rosa por um ato humanitário.

 

10.07.1876 Original