banner exposicoes

Princesa Isabel em Petrópolis
 
Em 2009, foi inaugurada a exposição “A princesa Isabel em Petrópolis” em que foram lembradas a vida e a trajetória da princesa, resgatando-se fatos da jornada dessa importante figura que muito contribuiu para o desenvolvimento do país. A exposição foi idealizada em comemoração ao 166o aniversário de Petrópolis e 66º ano da abertura do Museu ao público.
 
Diferentemente de ser apenas uma filha de nobres, a princesa teve participação ativa na construção de Petrópolis. Esses aspectos puderam ser vistos bem de pertinho na exposição. A trajetória da princesa foi dividida em quatro símbolos representativos de Petrópolis: Palácio Imperial, Casa da Princesa, Palácio de Cristal e Catedral de São Pedro de Alcântara.
 
Os visitantes da exposição puderam ver manuscritos, fotografias, plantas, jornais e objetos do acervo do Museu Imperial reveladores da personalidade ativa da princesa que fez inúmeros esforços para que a cidade ganhasse uma catedral. Poucos sabem, mas o papel da princesa foi crucial desde a escolha do engenheiro até ao financiamento da obra que hoje abriga seus restos mortais junto aos de seu marido conde d'Eu, de seu pai, o imperador dom Pedro II e de sua mãe, dona Teresa Cristina.
 
 
A princesa
 
A princesa Isabel frequentou a cidade de Petrópolis da década de 1850 até o ano de 1889, quando do banimento da família imperial decretado pelo governo provisório da recém-proclamada República. Nesse período, é evidente a contribuição da cidadã Isabel Cristina para a caracterização de Petrópolis como referência científica, cultural, artística e de qualidade de vida.   
 
Para tratar da relação da princesa com a cidade, elegemos quatro edificações que, de certa forma, servem de cenário para a periodização da vida da nossa personagem: o Palácio Imperial de Petrópolis, representando a infância e adolescência; a Casa da Princesa, o período em que ela constituiu sua própria família; o Palácio de Cristal e a Catedral, como espaços simbólicos da sua ação na construção do patrimônio cultural de Petrópolis.
 
São imagens e objetos reveladores de verdadeira paixão pela cidade - nutrida pela princesa e seus familiares -, tendo como inspirador d. Pedro II, patriarca da família e patrono da cidade. Assim, de forma didática e, ao mesmo tempo, lúdica, pretendemos comemorar o aniversário da nossa Petrópolis e da abertura do nosso Museu ao seu público.  
 
Clique nas miniaturas para ampliá-las:
 
{rokbox title=||size=|600 400|}images/stories/imagens_museu/exposicoes/princesaisabel/exp. isabel 9red.jpg{/rokbox} {rokbox title=||size=|600 400|}images/stories/imagens_museu/exposicoes/princesaisabel/exp. isabel 2red.jpg{/rokbox}
{rokbox title=||size=|600 400|}images/stories/imagens_museu/exposicoes/princesaisabel/exp. isabel 1red.jpg{/rokbox} {rokbox title=||size=|400 600|}images/stories/imagens_museu/exposicoes/princesaisabel/exp. isabel 7red.jpg{/rokbox}

Voltar