banner imprensa

Museu Imperial comemora o Dia Nacional da Música Clássica

Museu Imperial comemora o Dia Nacional da Música Clássica

 

O Museu Imperial/Ibram/MinC irá comemorar o Dia Nacional da Música Clássica (05 de março) em grande estilo. No dia 04 de março, domingo, a Orquestra da Universidade Católica de Petrópolis irá se apresentar no local, acompanhada pelo Coral e pelo conjunto Anima e Cuore da mesma universidade, sob regência do maestro Antônio Gastão.

 

É o quarto ano consecutivo que o Museu Imperial oferece um concerto para celebrar a data, instituída em 2009 em homenagem ao aniversário do maestro Heitor Villa-Lobos. Este ano, porém, o evento será ainda mais significativo, pois comemorará também os 90 anos da Semana de Arte Moderna de 1922, na qual Villa-Lobos teve importante participação.

 

Seguindo a tradição dos anos anteriores, o repertório dará destaque para Villa-Lobos, mas conterá também obras de Carlos Gomes e do maestro petropolitano César Guerra-Peixe, além de músicas de autoria do maestro Gastão.

 

O concerto ocorrerá às 16h na Sala da Batalha de Campo Grande, no Museu Imperial, com entrada franca. Interessados podem retirar os convites na bilheteria do Museu a partir do dia 28 de fevereiro, das 11h às 17h30.

Para mais informações, entre em contato pelo telefone (24) 2245-4668, pelo e-mail mimp.someluz@museus.gov.br ou acesse

Os grupos musicais

 

Fundada em fevereiro de 1997, a Orquestra de Câmara da UCP é uma orquestra-escola, combinando músicos experientes com jovens recém-iniciados na prática instrumental. Dedicando-se principalmente à Música Sacra, possui em seu repertório clássicos de Mozart, Bach, Schubert, Purcell e outros, além de obras modernas de compositores brasileiros, como Cézar Guerra-Peixe, Carlos Cruz e Ernani Aguiar.

 

O Conjunto Anima e Cuore da UCP foi fundado em novembro de 1986 e já realizou centenas de apresentações, entre as quais festivais de inverno e a homenagem aos 200 anos do falecimento do compositor Wolfgang Amadeus Mozart, no Consulado da República Federal da Alemanha. Formado por alunos e ex-alunos bolsistas da universidade, o conjunto possui um repertório extenso e variado, incluindo desde peças de compositores anônimos do período medieval até os grandes mestres do período barroco.

 

Criado em 1976, o Coral da UCP dedica-se especialmente à Música Sacra. Já realizou diversas apresentações por todo o país, incluindo parcerias com a Orquestra Sinfônica Brasileira e a Orquestra Petrobrás Pró-Música.

 

O maestro Gastão, diretor e regente dos grupos, é graduado em Composição pelo Conservatório Brasileiro de Música e teve sua formação musical aperfeiçoada sob a orientação de diversos professores. Gastão vem ainda contribuindo regularmente com a composição de trabalhos originais para a Orquestra UCP.

 

Museu Imperial tem visitação expressiva durante o Carnaval

Museu Imperial tem visitação expressiva durante o Carnaval

 

Durante os quatro dias do feriado prolongado do Carnaval, o Museu Imperial/Ibram/MinC recebeu um público de 3.574 pessoas. De sábado (18) a terça-feira (21), o Museu esteve aberto em horário diferenciado, funcionando das 11h às 16h.

Para oferecer uma opção de cultura e lazer aos petropolitanos e turistas que vieram passar o feriado na cidade, o Museu Imperial optou por abrir durante todo o Carnaval, inclusive na segunda-feira, quando normalmente está fechado para manutenção.

Curiosamente, a segunda-feira foi o dia com maior visitação: 1.054 pessoas. Em seguida, vieram domingo (1.023), terça-feira (947) e sábado (550).

Devido a essa alteração, não houve visitação na Quarta-Feira de Cinzas, quando foram realizadas as atividades internas de manutenção e limpeza.

Biblioteca infantil do Museu Imperial inicia atividades de 2012

Biblioteca infantil do Museu Imperial inicia atividades de 2012

Em março, a biblioteca infantil do Museu Imperial/Ibram/MinC, Biblioteca Rocambole, realiza suas primeiras atividades educativas de 2012. Ao longo do mês, serão oferecidos eventos relacionados ao Dia Nacional da Música Clássica, Dia Nacional da Poesia, Dia dos Animais e Dia do Circo.

 

Em 08 de março, às 14h30 haverá “Hora do conto” celebrando o a música clássica, seguida de sensibilização musical e oficina criativa. Será realizada uma contação de história do livro “Villa-Lobos” (Coleção Crianças Famosas), de Nereide S. Santa Rosa, com introdução de algumas composições de autoria de Heitor Villa-Lobos e oficina a partir do contexto da obra literária.

 

Nos dias 14, 23 e 28, às 15h, será abordado o Dia dos Animais com a “Hora do conto”. Haverá leitura do livro “Campeões”, de Fiona Rempt, que conta a história de uma “Olimpíada” na floresta, e, em seguida, as crianças terão livre acesso às estantes da Rocambole para explorar seu acervo de livros e jogos.

 

Ainda em homenagem aos animais, no dia 15, às 14h30, haverá contação de história com a obra “A pequena tartaruga verde”, de A. J. Wood e Rachel Williams. Após a leitura, as crianças participação de uma oficina criativa em torno da principal personagem do livro: a encantadora e pequena tartaruga verde.

 

Em comemoração ao Dia Nacional de Poesia, no dia 22, às 14h30, será realizada Leitura dramatizada de algumas poesias da publicação “A arca de Noé”, de Vinicius de Moraes. Tendo como referência a obra, as crianças participarão ainda de uma oficina de criação de pequenos cadernos de poesia.

A última atividade do mês será no dia 29, às 14h30, em celebração do Dia do Circo. Após a contação do livro “Palhaço, Macaco, Passarinho”, de Eucanaã Ferraz, acontecerá uma oficina criativa com base na temática do circo e seu principal personagem: o palhaço.

 

Todas as atividades são gratuitas e destinadas a grupos escolares previamente agendados. As instituições interessadas podem realizar o agendamento junto ao setor de Educação do Museu Imperial, através do telefone (24) 2245-7735.

 

A Biblioteca Rocambole funciona de quarta a sexta-feira das 9h às 12h (leitura espontânea, consultas e empréstimos) e das 14h às 17h (atividades escolares agendadas). Seu acervo é composto de cerca de 350 obras, entre as quais livros, revistas, gibis, dicionários, atlas e DVDs.

 

A programação mensal de atividades da Biblioteca Rocambole e outras informações relativas ao seu funcionamento e acervo podem ser acessadas no Blog da Biblioteca: http://bibliotecarocambole.blogspot.com.

 

Museu Imperial resgata memória do Carnaval

Museu Imperial resgata memória do Carnaval
 
O Museu Imperial aproveita a proximidade do Carnaval para resgatar um pouco de sua história relacionada à festa. Em 1968, o Museu foi tema do desfile da escola de samba Unidos de São Carlos, atual Estácio de Sá. Com o enredo “Visita ao Museu Imperial”, a agremiação ficou em sétimo lugar no Grupo 1 (hoje Grupo Especial).
 
O samba enredo, de autoria de Jorge Canário e Wanderlei Caramba, fala sobre a beleza do Museu Imperial e de seu acervo, o que pode ser conferido ao se visitar o palácio.
 
“Foi muito interessante descobrir esse enredo realizado por uma das escolas mais tradicionais do Rio de Janeiro. E, assim como a escola de samba Estácio de Sá, convidamos todos a visitarem o Museu Imperial”, afirma o diretor do Museu, Maurício Vicente Ferreira Jr.
 
A música pode ser ouvida no site da escola de samba, no endereço: www.gresestaciodesa.com.br/sambas/oficial/estacio_1968.mp3.
 
Confira a letra completa:
 
Guardei a mais bela recordação
Promovida à inspiração ao ver
Uma obra monumental e neste samba,
Meu mensageiro feliz
Lembro a visita que fiz
Ao Museu Imperial e no conviver
De tanta beleza no requinte,
A riqueza, do majestoso cenário
Encerra passagem da nossa história
Todo o passado de glória
Deste exuberante relicário
Então, ergue sua voz o trovador
Para exaltar com muito amor
O rico manancial revive
Na singela melodia
O fausto da monarquia
Da família Imperial relembro
As jóias maravilhosas,
Carruagens majestosas,
O manto e a coroa do imperador
Os leques simplesmente divinais,
Pratarias e cristais,
Figuras e esculturas
De real valor assim
Enfeitiçando a imensidão
Embalando na canção
Vai o feliz trovador
Lalará, lalará, lalalará
 
Exposição virtual e programação
 
No Carnaval de 2011, o Museu Imperial também fez um resgate histórico e criou uma exposição virtual com fotografias, pinturas e objetos relacionados ao Carnaval em Petrópolis. A mostra ainda pode ser vista no site www.museuimperial.gov.br, no menu de exposições virtuais.
 
Em 2012, o Museu Imperial continua participando da festa e abrirá durante todo o Carnaval, inclusive segunda-feira. Contudo, devido à programação oficial da cidade, que acontece nas ruas ao redor do Museu, os horários serão diferenciados.
 
Na sexta-feira anterior, dia 17, o funcionamento será normal, das 11h às 18h. De sábado a terça-feira, a visitação acontecerá das 11h às 16h. E, na Quarta-Feira de Cinzas, o Museu estará fechado para manutenção (que, normalmente, ocorre às segundas). Ao longo do Carnaval, não haverá apresentação do Som e Luz para não haver conflito sonoro entre o espetáculo e a festa de rua. Na quinta seguinte, dia 23, o espetáculo será retomado normalmente, bem como a visitação.