banner imprensa

Museu Imperial oferece visitas guiadas no período de férias

Museu Imperial oferece visitas guiadas no período de férias


Durante os meses de janeiro e fevereiro, o Museu Imperial conta com uma novidade para o seu público. De terça-feira a sábado, são oferecidas visitas guiadas de hora em hora, das 11h às 16h.

As visitas são conduzidas por monitoras capacitadas pelo setor de Educação do Museu Imperial. Ao longo do ano, elas são responsáveis por acompanhar grupos de estudantes e, no período de férias escolares, estão à disposição do público.

O serviço está incluído do valor do ingresso de visitação, sem custo adicional. Para mais informações sobre o Museu Imperial e suas atividades, acesse www.museuimperial.gov.br.

Espetáculo Um Sarau Imperial tem recesso em janeiro

Espetáculo Um Sarau Imperial tem recesso em janeiro



Durante o mês de janeiro de 2012, o espetáculo Um Sarau Imperial, realizado pelo Museu Imperial, entrará em um período de férias. A dramatização, que recria um sarau oferecido pela princesa Isabel em 1878, voltará a ser apresentada normalmente em fevereiro.



O espetáculo, com duração de 45 minutos, conta com a participação de quatro atrizes, sendo uma também cantora lírica, e um pianista. Eles interpretam a princesa Isabel, a condessa de Barral, a baronesa da Loreto, Adelaide Taunay e Isidoro Bevilacqua, professor de piano da princesa.



Ao longo da dramatização, o público tem a oportunidade de acompanhar diálogos baseados na correspondência da família imperial, que abordam aspectos políticos, econômicos, culturais e sociais do século XIX. Tudo isso é embalado por modinhas imperiais e declamação de poesias.



A partir de fevereiro, Um Sarau Imperial voltará a ser apresentado às sextas-feiras, às 18h30. Os ingressos custam R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia), com oferecimento ainda de pacotes promocionais.



Museu Imperial faz balanço de suas atividades em 2011

Museu Imperial faz balanço de suas atividades em 2011

 

Desde o início de 2011 até o momento, o Museu Imperial recebeu 255.600 mil visitantes. O número é considerado positivo, pois, apesar de ser menor que o público recebido em 2010 (331.347 pessoas), é preciso levar em consideração a redução de visitantes na cidade nos primeiros meses do ano, em virtude da tragédia das chuvas em 12 de janeiro.

 

Ao longo do ano, o Museu realizou diversas ações e eventos voltados a esse público, visando sempre ao melhor atendimento e ao oferecimento de serviços de qualidade.

 

"Em 2011, o Museu Imperial buscou otimizar o desempenho de suas atividades básicas: a preservação, o estudo e a comunicação do acervo histórico, artístico e paisagístico sob sua responsabilidade, bem como dinamizar a oferta de serviços de qualidade para um público cada vez maior”, afirma Maurício Vicente Ferreira Júnior, diretor do Museu Imperial. “Em 2012, pretendemos fazer ainda mais, oferecendo aos petropolitanos e turistas do Brasil e do mundo novas formas de apropriação do patrimônio nacional preservado no Museu Imperial. Museu Imperial: nosso museu, nossa história!", conclui.

 

Segue abaixo um balanço das principais atividades desenvolvidas em 2011:

 

Sessão da Comissão de Estudos e Pesquisas Históricas (CEPHAS) do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (IHGB), dezembro/2011

Pela terceira vez consecutiva, o IHGB realizou uma sessão da CEPHAS fora da sede do prestimoso instituto, fundado em 1838 por d. Pedro II. E a tradição reiterada pela parceria entre o Museu Imperial e o IHGB promete ter continuidade no ano de 2012.

 

img_1476 Berlinda de aparato de d. Pedro II restaurada às vistas do público, novembro/2011

A iniciativa, que conta com patrocínio da empresa petropolitana GE Celma, a partir da Lei de Incentivo à Cultura, permitirá a       conservação da Berlinda de aparato de d. Pedro II, carro mais importante do império. O procedimento ocorre na Galeria de Restauro, sala recém-inaugurada pelo Museu Imperial, anexa ao Pavilhão das Viaturas, e ainda oferece capacitação de profissionais da comunidade petropolitana. Iniciado em 2011, o projeto terá continuidade em 2012.

 

Novo bistrô do Museu Imperial, novembro/2011

Já está em funcionamento o novo bistrô do Museu Imperial, o Duetto’s Café. A empresa petropolitana, que já possuía uma loja na Galeria Gelli, no Centro de Petrópolis, venceu a licitação para ocupar o espaço nos jardins do Museu.

 

Celebração dos 20 anos da Sociedade de Amigos do Museu Imperial (SAMI), novembro/2011img_1586

Em 2011, a SAMI completou 20 anos. Para celebrar, foi realizada uma cerimônia na qual a associação presenteou o Museu com peças para os acervos museológico, arquivístico e bibliográfico da instituição: o livro raríssimo obra raríssima, “Funcções do casamento de sua Magestade Imperial, o senhor Dom Pedro I° com a sereníssima senhora princesa Amelia de Leuchtenberg”; um retrato de d. Leopoldina, primeira imperatriz do Brasil, da década de 1820; e uma série de oito fotografias que formam um panorama em 360° de Petrópolis, capturadas em 1898 por Jorge Henrique Papf. O evento contou ainda com um concerto de Turíbio Santos.

 

Seminário Nacional de Digitalização, Preservação e Difusão de Acervos Patrimoniais, outubro/2011

Como parte da programação da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, o Museu Imperial organizou o seminário para ampliar as discussões que envolvem o processamento técnico de acervos arquivísticos, bibliográficos e museológicos nas instituições de guarda públicas e privadas, visando à democratização do acesso aos bens culturais através da digitalização e disponibilização online. O evento foi uma iniciativa do Projeto de Digitalização do Acervo do Museu Imperial e contou com a participação de especialistas de instituições, como Casa de Rui Barbosa, Museu Nacional/UFRJ, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, Projeto Brasiliana da Universidade de São Paulo e do Instituto Brasileiro de Museus.

 

i mostra de cinema e histria do museu imperial - 22.09.11I Mostra de Cinema e História do Museu Imperial, setembro/2011

Como parte da programação da Primavera dos Museus, o Museu Imperial organizou sua primeira mostra de cinema e história com a participação de importantes cineastas brasileiros, como Vladimir Carvalho (membro do Conselho do Patrimônio Museológico do IBRAM) e Silvio Tendler. Historiadores de importantes universidades brasileiras participaram como debatedores, como Ana Maria Mauad (UFF), Ana Christina Mignot (UERJ), Flávio Kactuz (PUC-Rio), Patrícia Souza Lima (CAP-UERJ) e Karl Schurster (UFRJ e UCP). A relação entre a história local e o cinema também foi assunto da mostra com a exibição de filmes sobre aspectos da cidade de Petrópolis produzidos nas décadas de 1940, 1950 e 1960 por César e Renato Nunes.

 

Abertura da Casa de Cláudio de Souza, julho/2011casa de cludio de souza

Após um procedimento de restauro de cerca de oito meses, a Casa de Cláudio de Souza/Museu Imperial  foi aberta ao público com uma exposição dedicada à vida de Cláudio de Souza em Petrópolis e a biblioteca do escritor, composta de mais de 600 obras, disponíveis para consulta. Doada ao Museu pela viúva do acadêmico em 1956, a casa foi finalmente aberta em atendimento aos termos da doação, oferecendo à população um espaço para a realização de exposições, leituras de peças e outros eventos culturais. O restauro contou com recursos da União, descentralizados pelo Instituto Brasileiro de Museus.  Até a presente data, a casa já foi visitada por 1.351 pessoas.

 

Novo portal da internet com acervo digitalizado, maio/2011

Lançamento da nova base de dados do projeto de Digitalização do Acervo do Museu Imperial – Projeto DAMI, com a disponibilização de sete coleções, com um total de 746 itens dos setores Museologia, Arquivo Histórico e Biblioteca, que correspondem a 16.908 imagens.

 

biblioteca infantil rocamboleInauguração da biblioteca infantil Rocambole, maio/2011

Como parte da 9ª Semana Nacional de Museus, o Museu Imperial inaugurou sua biblioteca infantil. O nome é uma referência a um dos cachorros de estimação da princesa Isabel, o Rocambole, citado em registros documentais. Criada a partir de um esforço conjunto entre a Biblioteca e o setor de Educação do Museu Imperial, tem como objetivo incentivar as crianças à leitura, apresentada como uma experiência valiosa e prazerosa.

 

Museu Imperial integra ranking internacional de exposições mais visitadas, abril/2011

A revista britânica The Art Newspaper, edição de 2011, incluiu a exposição Retratos no estrangeiro: o Brasil imperial nos ateliês franceses no ranking anual de museus e exposições de arte mais visitados do mundo. A mostra temporária do Museu Imperial esteve aberta entre outubro de 2009 e fevereiro de 2010, fazendo parte das comemorações pelo Ano da França no Brasil.

 

 

 

Reinauguração do pórtico de cantaria, março/2011cerimnia de reinaugurao do prtico - 16.03.11

O Museu Imperial comemorou os 68 anos de sua inauguração reinaugurando o pórtico de cantaria  projetado pelo arquiteto Cristóforo Bonini na década de 1850. Após o procedimento de restauro do importante elemento arquitetônico, a fachada principal do Museu voltou a exibir sua exuberância original. O projeto de restauro contou com recursos do Tesouro Nacional descentralizados pelo Instituto Brasileiro de Museus.

 

guia de visitaoLançamento de guia de visitação do Museu Imperial, março/2011
Publicação, em quatro cores, com versões em dois idiomas (português e inglês), distribuída gratuitamente a todo o público do Museu Imperial. O guia é um patrocínio da Família Imperial brasileira.
 
Carnaval alternativo no Museu Imperial/Concerto do Dia Nacional da Música Clássica, março/2011
Programação especial para o carnaval 2011, incluindo o III Concerto do Dia Nacional da Música Clássica (05.03) em parceria com a Orquestra da Universidade Católica de Petrópolis. O concerto contou com mais de 150 pessoas em pleno sábado de carnaval.




Museu Imperial tem horários especiais no fim do ano

Museu Imperial tem horários especiais no fim do ano
 
Devido aos feriados de Natal e Ano Novo, o Museu Imperial funcionará com horários especiais no final do ano.
 
Nos sábados 24 e 31 de dezembro, não haverá espetáculo Som e Luz e o horário de visitação será diferenciado. O palácio abrirá às 11h e fechará às 14h, com encerramento da bilheteria às 13h30.
 
Já nos dias 25 de dezembro e 1º de janeiro, o Museu Imperial não abrirá. Como não há visitação às segundas-feiras, o Museu volta a funcionar normalmente na terça, dia 03 de janeiro.
 
Para mais informações sobre a programação do Museu Imperial, acesse www.museuimperial.gov.br ou entre em contato pelo e-mail mimp.someluz@museus.gov.br ou pelo telefone (24) 2245-4668.