banner imprensa

Museu Imperial inaugura biblioteca infantil

Museu Imperial inaugura biblioteca infantil

O Museu Imperial inaugura, na próxima quarta-feira, 18 de maio, a biblioteca infantil Rocambole. A atividade – integrante da 9ª Semana Nacional de Museus – ocorrerá às 10h e terá uma “contação de história” a partir do livro “Aventuras da Memória”, de autoria de Patrícia Engel Secco e editado pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC).

 

O nome da biblioteca é uma referência a um dos cachorros de estimação da princesa Isabel, o Rocambole, citado em registros documentais. Criada a partir de um esforço conjunto entre a Biblioteca e o setor de Educação do Museu Imperial, tem como objetivo incentivar as crianças à leitura, apresentada como uma experiência valiosa e prazerosa.

 

A partir da inauguração, a biblioteca Rocambole ficará aberta ao público às quartas, quintas e sextas-feiras, das 9h às 12h. Na parte da tarde, será reservado o horário de 14h às 17h para atendimento a grupos escolares, mediante agendamento junto ao setor de Educação.

 

Serão desenvolvidas, ainda, atividades educativas e culturais que colaborem com a difusão da literatura infantil e, consequentemente, com a formação de leitores. Entre elas, estão a “Hora do conto”, empréstimo de livros para associados, oficinas criativas, comemoração de datas especiais e exibição de vídeos.

 

Além da inauguração, está agendada uma atividade para a próxima quinta-feira, 19, às 14h30. Na data, será lançado o livro “A princesa Isabel, o gato e a fotografia”, de Pedro Afonso Vasquez, com presença do autor e “contação de história”.

 

Como forma de divulgar a nova biblioteca e fornecer informações a crianças, pais e professores, foi criado ainda o blog da biblioteca Rocambole, disponível no endereço http://bibliotecarocambole.blogspot.com. Na página, é possível encontrar a programação da biblioteca, horários de funcionamento, contatos e conteúdo voltado ao público infantil.

 


Museu Imperial inaugura exposição temporária na Semana de Museus

Museu Imperial inaugura exposição temporária na Semana de Museus
Mostra “Museu Imperial na Memória” poderá ser visitada de 16 a 30 de maio


No dia 16 de maio, segunda-feira, o Museu Imperial inaugura a mostra temporária “Museu Imperial na Memória”, que estará aberta à visitação até o dia 30 do mesmo mês. A mostra acontecerá na Sala de Exposições Temporárias do palácio e fará parte do circuito de visitação.

O objetivo da exposição é apresentar a memória institucional do próprio Museu, através de fotografias, documentos e objetos que retratam a sua história e das pessoas que por ele passaram.

Entre as peças expostas estará o primeiro livro de visitas do Museu Imperial, assinado por Getúlio Vargas na inauguração, em 16 de março de 1943. Também haverá uma apresentação de fotografias que contam um pouco da história da instituição desde sua criação até os dias de hoje.

O tema está em consonância com a 9ª Semana Nacional de Museus, que acontece de 16 a 22 de maio em todo o país com a temática “Museu e Memória”.

Além da mostra temporária, o Museu Imperial oferecerá diversas outras atividades ao longo da semana, como palestras, cursos e espetáculos. Além disso, funcionará na segunda-feira (16) – dia em que, normalmente, está fechado – e oferecerá entrada gratuita a todos os visitantes na quarta-feira (18). A programação completa da Semana pode ser acessada em www.museuimperial.gov.br

A mostra temporária poderá ser visitada das 11h às 18h e estará incluída no ingresso de visitação, cujo valor é R$ 8,00 (inteira) e R$ 4,00 (meia). A bilheteria do Museu funciona das 11h às 17h30.

webmail-read.pl-2- 1



Coral dos Canarinhos de Petrópolis se apresenta para princesa no Museu Imperial

Coral dos Canarinhos de Petrópolis se apresenta para princesa no Museu Imperial


O Coral dos Canarinhos de Petrópolis, sob regência do maestro Marco Aurélio Lischt, realizará uma apresentação especial no Museu Imperial, na sexta-feira, 13 de maio, às 15h. O grupo irá recepcionar a princesa Michael de Kent, que estará na instituição para lançar o livro Coroadas em terras distantes - Triunfo, Tragédia, Paixão e Poder na Vida de Oito Princesas Europeias.

A apresentação acontecerá na Sala da Batalha de Campo Grande, que já vem se consagrando como um espaço de concertos em Petrópolis. O repertório será composto apenas de músicas brasileiras.

Após o espetáculo, a princesa Michael de Kent fará uma palestra sobre o livro no Auditório do Museu, às 15h30. Às 16h30, terá início a tarde de autógrafos, que ocorrerá dentro do palácio.

O livro Coroadas em terras distantes apresenta uma biografia de oito princesas reais europeias que, por casamento, tiveram que viver longe de suas pátrias. A autora pesquisou em farta bibliografia a vida dessas princesas, com uma autenticidade de quem conhece os códigos e costumes da realeza.

Entre as princesas retratadas no livro, está a imperatriz Leopoldina, primeira esposa de d. Pedro I. As demais são Catarina, a Grande, da Rússia; Maria Antonieta, da França; Maria Carolina, de Nápoles; Eugênia de Montijo, da França; Vitória, da Alemanha (filha da rainha Vitória); Alexandra, da Inglaterra; e Maria Feodorovna, czarina da Rússia.

A visita se dará em uma ocasião especial: na data, comemoram-se os 123 anos da Lei Áurea, que aboliu a escravidão no Brasil e foi assinada pela princesa Isabel, neta da imperatriz Leopoldina. E, como ocorre sempre no 13 de maio, o Museu Imperial concederá entrada gratuita a todos os visitantes.

Programação da visita da princesa:


11h: Visita guiada ao Museu Imperial
Local: Rua da Imperatriz, 220, Centro, Petrópolis

12h30: Almoço
Local: Solar do Império - Avenida Koeller, 376, Centro, Petrópolis

14h30: Visita ao túmulo da princesa Isabel e prestação de homenagem
Local: Catedral São Pedro de Alcântara - Rua São Pedro de Alcântara, 60, Centro, Petrópolis

15h: Apresentação do Coral dos Canarinhos de Petrópolis
Local: Sala da Batalha de Campo Grande – Museu Imperial

15h30: Palestra sobre o livro
Local: Auditório do Museu Imperial

16h30: Tarde de autógrafos
Local: Sala de exposição 5 – Museu Imperial

18h30: Espetáculo Um Sarau Imperial

Local: Sala da Batalha de Campo Grande

20h: Espetáculo Som e Luz

Local: Jardins do Museu Imperial

20h45: Retorno da princesa ao Rio de Janeiro


Sobre a autora:



Marie-Christine, princesa Michael de Kent, nasceu na Boêmia em 15 de janeiro de 1945. Filha de antigas linhagens austríacas, boêmias e húngaras, ela passou sua infância na Austrália e em um fazenda de seu pai em Moçambique. Após estudos de História da Arte em Viena e Florença, prosseguiu sua vida acadêmica em Londres, onde abriu uma empresa de decoração de interiores. Foi lá que conheceu o príncipe Michael de Kent (primo-irmão da rainha Elizabeth II da Inglaterra), com quem se casou, em 1978, em Viena.



O casal vive em um apartamento do Palácio de Kensignton, em Londres, possui dois filhos e, uma vez que não recebem ajuda do Estado inglês como outros membros da família real, possuem autorização para trabalhar. A princesa é, entre outros, autora de romances históricos publicados em várias línguas e países, palestrante de importantes museus, universidades e outras instituições. Foi diretora por muitos anos do Victoria and Albert Museum, em Londres.

Recital “A Música na Corte Imperial Brasileira” é apresentado no Museu Imperial

Recital “A Música na Corte Imperial Brasileira” é apresentado no Museu Imperial

Espetáculo marcará o encerramento da 9ª Semana Nacional de Museus



No dia 21 de maio, o Museu Imperial oferecerá ao público o recital de gala “A Música na Corte Imperial Brasileira”, que ocorrerá às 21h. Os ingressos, que custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia), podem ser retirados a partir do dia 16 de maio na bilheteria do Museu.

A apresentação contará com o maestro Marco Aurélio Lischt, ao piano, e o barítono Marcelo Coutinho. O objetivo é resgatar a ambiência musical do tempo de Pedro II, com uma programação de músicas que segue o gosto do Segundo Reinado.

A primeira parte do concerto será composta por canções de Franz Schubert e Gustav Mahler. Já a segunda parte será dedicada à música brasileira, com compositores como Carlos Gomes e Candido Ignácio da Silva.

O concerto encerrará as atividades do Museu Imperial na 9ª Semana Nacional de Museus, que acontece a partir do dia 16 de maio. Durante a Semana, o Museu oferecerá diversos atrativos, como uma exposição temporária, atividades educativas, palestras, cursos e outros. A programação completa encontra-se no site www.museuimperial.gov.br



Sobre os músicos
 


O maestro Marco Aurélio Lischt é reconhecido pela direção artística do Instituto dos Meninos Cantores de Petrópolis, que engloba o Coral dos Canarinhos de Petrópolis, o Coral das Meninas dos Canarinhos de Petrópolis, a Schola Gregoriana Pater Laetus e a Orquestra Filarmônica de Petrópolis. Lischt é ainda presidente da Federação Nacional dos Meninos Cantores do Brasil.


Lischt iniciou sua formação no piano, com o título Magna cum Laude pela Escola de Música da UFRJ. Em seguida, obteve a graduação e título de Mestre em Música em órgão também na Escola de Música de UFRJ. Após cinco anos de estada na Alemanha, formou-se em 1998 no curso de Música Sacra na Hochschule für Musik und Darstellende Kunst, em Frankfurt/Main, tendo como cadeiras principais órgão e regência. Desde então, vem acumulando uma vasta experiência com concertos, palestras, festivais e outras atividades no Brasil e em diversos países.


Natural de Petrópolis, o barítono Marcelo Coutinho iniciou sua carreira musical aos 8 anos, ao ingressar no coral dos Canarinhos de Petrópolis, onde aprendeu teoria, violino e viola. Graduou-se em canto na Escola de Música da UFRJ, em 1989, e, entre 1992 e 1994, fez seu aperfeiçoamento técnico em Linz, na Áustria. É, ainda, mestre em Musicologia pela Escola de Música da UFRJ e, atualmente, professor de Canto e Prática de Conjunto Vocal na mesma instituição.

Paralelamente, trabalha com cinema, atuando como diretor musical, regente, cantor e ator. Entre os filmes do qual participou, estão as animações A Bela e a Fera, Aladin, Rei Leão, O Corcunda de Notre Dame, Shrek, O Príncipe do Egito e Hércules. 



Programa do concerto



PRIMEIRA PARTE




Franz Schubert (1797-1828)

An die musik

Nacht und Träume

Aufenthalt

Danksagung an den Bach



Gustav Mahler (1860-1911)

"Lieder eines fahrenden Gesellen"

1- Wenn mein Schatz Hochzeit macht

2- Gieng heut Morgen über's Feld

3- Ich habe ein glühend Messer

4- Die zwei blauen Augen



SEGUNDA PARTE



Joaquim Manoel da Câmara (1780-1840)

Estas Lágrimas

Ouvi Montes

Triste Cousa



Candido Ignácio da Silva (1800-1838)

Lá no Largo da Sé (Lundú Brasileiro)

Quando as Glórias que gosei



José Maurício Nunes Garcia (1767-1830)

Beijo a mão que me condena



Carlos Gomes (1836-1896)

Addio


Gabriel Fernandes da Trindade (1790-1854)
Graças aos Céus (Lundum)