banner imprensa

Seminário no Museu Imperial debate oportunidades geradas pela Estrada Real para o RJ

Seminário no Museu Imperial debate oportunidades geradas pela Estrada Real para o RJ

 

Autoridades e especialistas estarão presentes no Museu Imperial na próxima quinta-feira, dia 02, para debater um importante tema para a economia e o turismo do estado. O seminário “Estrada Real e as oportunidades para o estado do Rio de Janeiro” terá como objetivo discutir como esse caminho histórico pode gerar perspectivas turísticas para a região.

 

A Estrada Real era o caminho que ligava o Rio de Janeiro às Minas Gerais, aberto há mais de 300 anos pela Coroa Portuguesa. Hoje, após sua revitalização, tornou-se um destino turístico reconhecido no Brasil e no exterior. A estrada passa por 199 municípios – 169 em Minas Gerais, 22 em São Paulo e nove no Rio de Janeiro – e tem 1,6 mil quilômetros de extensão.

 

Em 1999, foi criado o Instituto Estrada Real. Suas ações voltadas para o diagnóstico dos potenciais de cada região, com vistas ao desenvolvimento turístico, transformaram o projeto em Programa Estrada Real, apoiado pelo Ministério do Turismo.

 

O Seminário terá participação do prefeito de Petrópolis, Paulo Mustrangi, do diretor geral do Instituto Estrada Real, Baques Vladimir Carvalho Sanna, e do diretor do Museu Imperial, Maurício Vicente Ferreira Jr., além de secretários e outras autoridades.

 

Com início às 14h, o evento acontecerá no Cine Teatro Museu Imperial, com entrada pelo Bosque do Imperador. Para participar, é preciso confirmar presença pelo telefone (24) 2233-1223 ou pelo e-mail estradarealpetropolis@gmail.com.

 

Confira abaixo a programação do Seminário:

 

14h: Abertura

- Paulo Mustrangi, prefeito de Petrópolis

 

14h30: Mesa Redonda “Experiência da Estrada Real no estado do Rio de Janeiro e novas perspectivas”

- Audir Santana – subsecretário de Estado de Turismo

- Aníbal Duarte – diretor de Turismo da Fundação de Cultura e Turismo de Petrópolis

- Antonio Rossi Machado Bastos – presidente do Fórum Estadual de Secretários Municipais de Turismo do Rio de Janeiro

 

15h15: Apresentação “Como melhor aproveitar as oportunidades geradas pelos mega eventos esportivos na área de influência da Estrada Real”

- Baques Vladimir Carvalho Sanna – diretor geral do Instituto Estrada Real

 

16h: Coffee break

 

16h20: Discussão e propostas de ações

 

17h30: Encerramento

 

 


Museu Imperial fecha balanço de público de 2011

Museu Imperial fecha balanço de público de 2011

 

Exatamente 277.881 pessoas passaram pelo Museu Imperial em 2011. O número, que reúne os dados de visitação ao palácio e o público espectador dos eventos, foi fechado nesta sexta-feira a partir do relatório emitido pelo sistema de bilheteria da instituição. Já a Casa de Cláudio de Souza, inaugurada em julho e pertencente ao Museu Imperial, recebeu 1.710 até o final de dezembro.

 

Apesar de ter sofrido uma redução em relação a 2010, quando foram recebidas 331.347 pessoas, o número é considerado bastante positivo, pois a tragédia das chuvas, em janeiro, reduziu em cerca de 90% a visitação no início do ano.

 

De acordo com o diretor do Museu Imperial, Maurício Vicente Ferreira Jr., “o expressivo número de visitantes comprova que o desejo de visitar o Museu Imperial é maior que o medo provocado pela tragédia do 11 de janeiro”.

 

Na visão da instituição, a ampla visitação em 2011 pode ser atribuída à constante oferta de novas atividades, eventos e exposições, além da capacitação frequente da equipe para atender ao público com qualidade. A expectativa é de que, em 2012, o número de visitantes seja ainda maior.

 

Reunião no Museu Imperial prepara novos roteiros turísticos para a cidade

Reunião no Museu Imperial prepara novos roteiros turísticos para a cidade

 

Petrópolis está prestes a integrar um dos roteiros turísticos do Tour da Experiência, projeto que tem como objetivo valorizar a cultura, a gastronomia e os produtos regionais para promover o turismo como uma experiência memorável para o visitante. Entre os atrativos que constarão no “tour”, está o Museu Imperial, que será sede da primeira reunião entre os empresários envolvidos.

 

Na reunião, que ocorrerá na próxima terça-feira, dia 31, na Sala da Batalha do Museu Imperial, serão traçadas as estratégias para a realização do Tour da Experiência. Estarão presentes representantes do próprio Museu e de empreendimentos da cidade (hotéis, pousadas restaurantes e outros), além do Sebrae, patrocinador do projeto na região, e do Instituto Marca Brasil, responsável por colocá-lo em prática. O evento terá início às 19h, com a apresentação do projeto e, às 20h, os presentes poderão assistir a uma edição especial do espetáculo Um Sarau Imperial.

 

O Tour da Experiência consiste em criar roteiros turísticos com temáticas específicas – no caso de Petrópolis, o Império Brasileiro. O objetivo é que o turista não seja apenas espectador, mas sim vivencie experiências relacionadas ao tema em questão. De acordo com o projeto, “o turista não quer mais ser um sujeito meramente contemplativo, mas sim o ator de sua própria experiência e, portanto, o protagonista de seus sonhos no destino que escolheu para sonhar”.

 

No roteiro de Petrópolis, estarão incluídos pontos turísticos da cidade (como o Museu Imperial), os espetáculos Som e Luz e Um Sarau Imperial, hospedagem em diferentes hotéis e pousadas, que prepararão atrações especiais, e degustação de pratos temáticos restaurantes da cidade. Serão integrados ainda roteiros em Teresópolis e Nova Friburgo, como forma de desenvolver a Região Serrana.

 

Iniciado pelo Ministério do Turismo em 2006, o projeto foi desenvolvido pelo Instituto Marca Brasil e previa, inicialmente, a criação de cinco roteiros. Além de Petrópolis, estariam incluídos Região Uva e Vinho (RS), Costa do Descobrimento (BA), Belém (PA) e Bonito (MS). O primeiro a ser implementado foi o do Rio Grande do Sul e, devido ao grande sucesso da experiência, o Sebrae encampou a ideia e irá patrociná-la na Região Serrana.

 

Museu Imperial recebe mais de 4 mil visitantes no feriado prolongado

Museu Imperial recebe mais de 4 mil visitantes no feriado prolongado

 

De sexta-feira (20) a domingo (22), feriado prolongado no Rio de Janeiro devido ao dia de São Sebastião (padroeiro da cidade), muitos cariocas elegeram Petrópolis como destino turístico. No período, o Museu Imperial recebeu 4.133 visitantes, incluindo a visitação ao palácio e o público do espetáculo Som e Luz.

 

Em janeiro, a visitação ao Museu Imperial costuma ser alta. Contudo, no feriado carioca, foi recebido um número ainda maior de visitantes, o que pode ser comprovado na comparação com os demais finais de semana do mês. Entre os dias 6 e 8, foram 2.720 pessoas; já de 13 a 15 de janeiro, 2.832 visitantes.

 

Como forma de receber melhor esse número crescente de visitantes durante os meses de férias escolares, o Museu Imperial vem oferecendo visitas guiadas ao palácio. O serviço, que está incluído no valor do ingresso, sem custo adicional, está disponível de terça-feira a sábado, até o final de fevereiro. Há visitas às 11h, 12h, 13h, 14h, 15h e 16h.

 

Para mais informações sobre a programação do Museu Imperial, acesse www.museuimperial.gov.br.