banner imprensa

MUSEU IMPERIAL TEM NOVO HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO PARA ESCOLAS


Visando ampliar o atendimento aos grupos escolares de Petrópolis que estudam no turno da manhã, o Setor de Educação do Museu Imperial/ Ibram/ MinC oferecerá visitas mediadas ao palácio e outros projetos educativos a partir do horário das 10h. Esse atendimento terá início no dia 1º de março, se estenderá até o mês de dezembro e será gratuito para escolas públicas e privadas.

Todas as atividades, abaixo relacionadas, devem ser agendadas previamente junto ao Setor de Educação de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 12h30 às 17h30, através do telefone (24) 22330345.Educação2

PROJETO DOM RATÃO (público de 2 a 7 anos) – O projeto apresenta uma peça infantil para teatro de fantoches que conta a história da visita de Dom Ratão e sua família ao Palácio Imperial. Os personagens descobrem como vivia a família imperial, percorrendo os diversos ambientes da residência de verão e estabelecendo um diálogo ativo e lúdico com as crianças. Após o teatro, todos são convidados a vivenciar as observações e emoções experimentadas pelos ratinhos no ambiente do palácio, fazendo uma breve visita ao museu.

UM VERÃO NO PALÁCIO IMPERIAL (público de 4 a 7 anos) – Também realizado através de fantoches, este projeto aborda o modo de vida da família imperial, apresentando um dia da infância das princesas Isabel e Leopoldina ao lado de Franz, um menino muito esperto e filho de colonos alemães que vem visitar a residência do imperador. Durante a peça são mostrados objetos existentes no palácio, como caneta, relógio e lustres, dando ênfase aos que sofreram modificação ao longo do tempo. Ao final, os visitantes são convidados a conhecer as dependências do palácio e a identificar os objetos e espaços citados pelos personagens.

VISITAS MEDIADAS (a partir de 8 anos de idade) – Visam instigar, através da mediação das educadoras, a percepção, a análise e a comparação dos objetos expostos nas exposições permanentes e temporárias, levando à compreensão dos aspectos sociais, políticos, econômicos, históricos e tecnológicos da sociedade brasileira do século XIX. A narrativa utilizada pela equipe de educadoras do Setor de Educação procura dar sentido ao acervo trabalhado, como também gerar questionamentos que levem os alunos a se entenderem dentro de um contexto histórico-temporal.

CAIXA DAS DESCOBERTAS (chapéu: 3º ao 5º ano – caneta: 5º ao 7º ano): O projeto tem como objetivo estimular a exploração e a experimentação de objetos do cotidiano desde a sua origem até os dias atuais. Assim, ao abrir uma grande caixa, os alunos partem para a descoberta da trajetória histórico-temporal de objetos culturais, como o chapéu ou a caneta. Neste processo de descoberta, o grupo percebe que os objetos da nossa cultura transformam-se e adquirem novos significados, em diferentes contextos históricos, despertando no participante a capacidade investigativa e o prazer de redescobrir a realidade cultural que o cerca. Após o exercício de experimentação, os alunos fazem uma visita temática ao Museu.