banner imprensa

Programação da Biblioteca Rocambole no mês de setembro comemora a chegada da Primavera

Setembro comemora a chegada da Primavera, o Dia da Árvore e o Dia da Independência do Brasil, sendo assim, a Biblioteca Rocambole (Museu Imperial//Ibram) trará uma programação recheada de novidades, leituras diversificadas e oficinas criativas. Além disso, alguns dias de sua programação farão parte da 11ª Primavera dos Museus: Museus e suas Memórias. Todas as atividades são gratuitas e destinadas a grupos escolares previamente agendados junto ao setor de Educação do Museu Imperial.

As atividades começam no dia 1 de setembro, das 14h às 15h, com a leitura do livro “Leopoldina, a princesa do Brasil”, de Clóvis Bulcão. Posteriormente haverá uma visita temática ao Museu Imperial para reconhecer imagens e objetos do acervo alusivos à Dona Leopoldina.

A leitura trata-se da biografia romanceada e cheia de emoções de Dona Leopoldina. Uma princesa de verdade que preenche páginas de livros que ocupam a história do nosso país. E, claro, não tem como falar do Brasil sem citar Dona Leopoldina. O livro é ótimo para quem quer conhecer mais sobre a trajetória desta mulher que conseguia transformar súditos em admiradores, e sua importância na vida política do país.

Nos dias 5 e 6, das 14h às 15h, a contação de história será do livro “A felicidade das borboletas”, de Patrícia Engel Secco. Logo depois haverá exploração de livros jogos e fantoches da Biblioteca Rocambole.  A leitura conta a história de Marcela, uma menina muito especial que tinha capacidade de enxergar as coisas com o coração. A menina havia pedido à mãe que a levasse até uma academia de dança e mesmo com todas as dificuldades, Marcela superou os obstáculos e fará sua primeira apresentação de balé.

A próxima contação de história será nos dias 12 e 13, das 14h às 15h, com a leitura do livro “Coral dos Bichos”, de Tatiana Belinky, seguida de exploração do acervo da Biblioteca Rocambole.

O livro de Tatiana Belinky conta a história de um coral formado por bichos, em que o regente é o inteligente Macaco. E para dar certo, foram feitos testes para definir o lugar de cada bicho no coral. Essa fábula poética mostra o excesso de vaidade de cada bicho, fazendo alusão às pessoas, o que impede a realização de um projeto coletivo desejado por todos. A história promove uma reflexão ética sobre atitudes tomadas e suas conseqüências.

O Livro do Planeta Terra

Já no dia 14, das 14h às 15h, a leitura será em homenagem ao Dia da Árvore e o livro escolhido foi “O Livro do Planeta Terra”, de Todd Parr. Posteriormente haverá exploração da Biblioteca Rocambole.

A história escolhida fará o leitor descobrir e aprender como viver em harmonia com a natureza e o planeta Terra, como podemos preservar e cuidar dele.  

No dia 20, a hora do conto será em homenagem à chegada da Primavera com o livro “A primavera da lagarta”, de Ruth Rocha. A leitura será feita das 14h às 15h, seguida de exploração do acervo da Biblioteca Rocambole.

Este livro conta a história de uma lagarta comilona que estava comendo todas as folhas da floresta. Os moradores de lá, a formiga, o louva-a-deus, o camaleão e o caracol decidiram dar um jeito nisso, já que a lagarta estava acabando com as folhas e dando prejuízo para todos. Mas era primavera, a lagarta tinha desaparecido. Será que eles conseguiram achar ela?

Já no dia 21, e a leitura fará parte da 11ª Primavera dos Museus, com o tema Museus e suas Memórias. A contação de história será sobre a vida de Alcindo Sodré, o primeiro diretor do Museu Imperial, seguida da montagem de um jogo de quebra-cabeças do Museu.

O livro conta a história de Alcindo de Azevedo Sodré. Ele foi médico, político, historiador, advogado e jornalista brasileiro. Alcindo morava no Rio Grande do Sul, e ainda criança mudou-se para Petrópolis, onde foi vereador e também prefeito interino. Foi de grande importância no processo de fundação do Museu Imperial, destacando-se como mentor de sua criação e primeiro diretor do mesmo. 

Nos próximos dias 26 e 27, das 14h às 15h, ainda comemorando a chegada da primavera, a contação de história será do livro “A horta de Ethel” de Celso Sisto. Seguido de exploração da Biblioteca Rocambole.

A história escolhida fala sobre o universo de Ethel, uma velhinha simpática, incansável e dona de uma horta encantada, onde tudo é diferente. A personagem tem um jeito infantil, que até se permite, junto com sua horta, aparecer e desaparecer sem motivo algum. O livro tem como característica primordial mostrar que o aspecto mágico engrandece os textos. 

A programação se encerra dia 28, das 14h às 15h, com a leitura do livro “Aparências enganam”, de Tatiana Belinky. Posteriormente haverá oficina criativa.

A história escolhida é de um ratinho inocente que passeia pelo quintal de sua casa, e acaba encontrando dois animais bem diferentes: um assustador, e outro muito gentil. Confuso, o ratinho volta correndo para sua casa e conta para sua mãe o que ele viu, e ela ensina que as aparências podem enganar.

Todos os eventos da programação devem ser agendados previamente através do nº 24-22330345  (Setor de Educação), de segunda a sexta-feira, das 8h30min às 18h.

A programação mensal de atividades da Biblioteca Rocambole, bem como outras informações relativas ao seu funcionamento e acervo, podem ser acessadas no Blog da Biblioteca: http://bibliotecarocambole.blogspot.com.

 

SERVIÇO

Museu Imperial/Ibram/MinC

Endereço: Rua da Imperatriz, 220 – Centro – Petrópolis – RJ
Telefones: (24) 2233-0300
E-mail: mimp.faleconosco@museus.gov.br
Site: www.museuimperial.gov.br   
Twitter: @museuimperial
Facebook: www.facebook.com/museuimperial 

Visitação: de terça a domingo, das 11h às 18h
Jardins: de terça a domingo, das 8h às 18h 

Preços:
Adultos: R$ 10,00
Estudantes, professores e maiores de 60 anos: R$ 5,00
Menores de 7 anos e maiores de 80: gratuito
Moradores de Petrópolis e petropolitanos, às quartas-feiras e no último domingo do mês: gratuito.