banner imprensa

Biblioteca Rocambole escolhe histórias inspiradoras para fevereiro

Em fevereiro, a Biblioteca Infantil Rocambole, (Museu Imperial/Ibram) preparou uma programação com livros que estimulam a criatividade, o carinho pelos animais e o desafio ao medo das crianças. Todas as atividades são gratuitas e destinadas a grupos escolares previamente agendados junto ao setor de Educação do Museu Imperial.

Começando nos dias 11 e 12, o livro “Rita Sapeca cozinha” faz com que a criança associe imagens às palavras para completar frases. Isso acontece através da história de uma ratinha atrapalhada e gulosa que convida seus amigos para um lanche surpresa, mas que se depara com alguns imprevistos. O autor, François Gilson, teve suas obras traduzidas para a África, China, Coréia, México e Brasil. Após a contação, as crianças poderão conhecer livros, jogos e fantoches da Rocambole.

No dia 13 haverá oficina criativa logo após a contação do livro “Eu e minha luneta”, onde Cláudio Martins apresenta várias histórias. Diante de uma luneta, um monte de janelas com uma porção de gente. Cada uma fazendo suas coisas. Ao final do livro, começa-se tudo de novo, pulando de uma janela para outra, misturando pessoas, cada um usando os próprios olhos-luneta para fazer outras histórias acontecerem.

“O menino e o cachorro” será narrado nos dias 18 e 19, seguido de exploração do acervo da biblioteca. O texto singelo e cativante de Simone Bibian, (Técnica em Assuntos Educacionais no Museu Nacional de Belas Artes), acompanhado pelas ultracriativas ilustrações de Mariana Massarani, toca em um dos sentimentos mais profundos das crianças: a vontade de ter um animal de estimação. A obra cativa e encanta principalmente os leitores iniciantes, que se divertem com o objeto-livro e com o recurso gráfico utilizado pela autora de “inverter” o olhar a partir da metade do livro. Assim, na página que seria o final da narrativa, começa a mesma história contada do ponto de vista de um filhote de cachorro que tem como grande sonho ter “um menino de estimação”.

A oficina criativa do dia 20 vai ser realizada após a leitura do livro “Tenho medo, mas dou um jeito”, de Ruth Rocha e Dora Lorch. Na série "Os Medos que eu Tenho", estão relacionados alguns dos receios mais comuns às crianças, correspondentes às experiências do primeiro ano de vida. Estes sentimentos, que traduzem nossa fragilidade, como o medo de ser abandonado, de destruir ou de ser destruído, podem perdurar até à fase adulta. Para ajudar as crianças a partir de 3 anos a superarem essas dificuldades, esta série apresenta medos básicos e comuns a todos os seres humanos e propostas de resolução desses conflitos. Em "Tenho medo mas dou um jeito", vemos como lidar com os medos saudáveis, aqueles que nos alertam para os "perigos da vida", e por isso mesmo sinalizam novas maneiras de lidar com essas situações.

Antes de conhecer o acervo da Rocambole nos dias 25 e 26, as crianças ouvirão a  história de Herbert de Souza: “A centopeia que sonhava”.  Ela queria voar, nadar, cantar e ficava triste por não ter condições para tanto. Todavia, com o convite da andorinha, do peixinho e do curió, pôde realizar seus desejos. Com isso, descobriu o valor da verdadeira amizade, que sempre nos possibilita fazer algo que não pode ser realizado sozinho.

Fechando o mês, no dia 27, “Bichos”, de Ronaldo Simões Coelho, possui uma narração refinada do olhar de criança do autor sobre o universo riquíssimo – para muitos singelo e até banal – dos bichos que convivem conosco no dia a dia. Afinal, quem poderia imaginar que um dia a minhoca encontraria um prego enferrujado e pensaria que era um fóssil de seu antepassado? Mas a aventura não para por aí. Ronaldo descreve a divertida relação dos familiares dele com os bichos, como no trecho em que a vovó revela que aprendeu a bordar com as aranhas. Tanta poesia contou com o “auxílio luxuoso” de Angela Lago, que brinca com a grafia das palavras para aproximar ainda mais a criança do mundo dos bichos e dos livros, além das ilustrações primorosas que transformaram o livro em verdadeira obra de arte.

A Biblioteca Rocambole funciona de terça a sexta-feira, das 9h às 12h, para leitura espontânea, consultas e empréstimos. Na parte da tarde, o espaço abre as portas para as atividades escolares agendadas através do telefone (24) 2233-0345, de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 12h30 às 17h30.

O acervo da Biblioteca Rocambole é composto por cerca de 600 títulos, entre livros, revistas, gibis, dicionários, atlas, DVDs e jogos.  Sua programação mensal de atividades e outras informações relativas ao seu funcionamento e obras podem ser acessadas no Blog da Biblioteca:
http://bibliotecarocambole.blogspot.com.

SERVIÇOS

Biblioteca Rocambole
Funcionamento: terça a sexta-feira, das 9h às 12h (consultas e empréstimos) e das 14h às 17h (atividades com grupos escolares agendados)
Local: Museu Imperial
Informações: (24) 2233-0332 / (24) 2233-0312
Agendamento para grupos escolares: (24) 2233-0345 (setor de Educação)
Mais informações e programação: 
http://bibliotecarocambole.blogspot.com

Museu Imperial/Ibram/MinC
Endereço: Rua da Imperatriz, 220 – Centro – Petrópolis, RJ
Telefones: (24) 2233-0300 / (24) 2233-0360
E-mail: mimp.faleconosco@museus.gov.br
Site: 
www.museuimperial.gov.br
Twitter: @museuimperial
Facebook: 
www.facebook.com/museuimperial

Google+: Museu Imperial / Ibram / MinC

Visitação: de terça a domingo, das 11h às 18h
Jardins: de terça a domingo, das 8h às 18h

Preços:
Adultos: R$ 8,00
Estudantes, professores e maiores de 60 anos: R$ 4,00
Menores de 7 anos e maiores de 80: gratuito
Moradores de Petrópolis e petropolitanos, às quartas-feiras e no último domingo do mês: gratuito

Assessoria de Imprensa
Juliana Guimarães
(24) 2233-0321 / 2233-0392/ 992-515-200
mimp.imprensa@museus.gov.br